terça-feira, 3 de novembro de 2009

Vida


Seria bom que nossos sonhos se realizassem no famoso "abacadabra". Ou que nossa história tivesse final feliz. Que nossos medos não mais existissem. Que estivéssemos destinados ao paraíso e fossemos livres, livres de livre arbítrio, de poder tomar nossas próprias decisões,
sem se arrepender depois. De poder chegar e dizer: E daí que se eu andar de patins eu vou cair? Que eu vou tomar um tombo da bicicleta? Temos que experimentar cada coisinha que a vida pode proporcionar, temos que aprender com cada vacilo. Eu posso recomeçar, não posso? Eu vou me levantar da queda, vou mostrar que sou capaz disso e muito mais, precisamos formar nossa vida, dá um rumo certo ao nosso caminho, mostrar que podemos. Pois de nada adianta a vida se não pudermos nos reerguir.
Precisamos rir, sem já se preocupar com o que terá de enfrentar pela frente. Porque o que vale a vida sem poder curtir? Não importa que não seja um contos de fadas e que eu não encontre meu príncipe encantado. Basta eu sair com meus amigos, dançar e me divertir, brincar com a família.
E principalmente olhar pra trás e não se arrepender de nada que eu deveria ter feito,
ou que fiz e foi um erro. Porque a vida não se forma só de acertos, cada degrau é um desafio,
cada erro é uma aprendizado.
E cada minuto, só basta se for pra valer a pena! :)

Raquel Hora

3 comentários:

Manequinho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mayana Carvalho disse...

A vida está aí pra ser vivida, e como voce emsma disse, cad minuto so basta se vaer a pena..

beijoss

D.Ramírez disse...

E acaba valendo, pq tudo q escreveu faz parte. Um texto que contagia e nos faz relembrar muito sobre tudo. Adorei.
Besos